Feira do Livro recebeu cerca de 30 mil visitantes no final de semana

0
1359
A abertura oficial contou com a apresentação do "Travelling Souls Duo". Foto: Laura Silveira.


O primeiro final de semana da 22ª Feira do Livro de Gramado foi um sucesso de público. Aproximadamente 30 mil pessoas passaram pelo evento no último sábado e domingo (16 e 17), prestigiando a programação na Rua Coberta e conferindo as novidades literárias trazidas pelos 16 livreiros que participam da Feira.
De Porto Alegre, os irmãos Sofia e Miguel Gandolfi Vilanova, de 9 e 6 anos, respectivamente, escolhiam alguns livros nas bancas da Rua Coberta, presente da mãe, Leticia Gandolfi de Oliveira. “Viemos todo final de semana para Gramado. Meu sonho é morar aqui. Sabíamos da Feira do Livro e viemos conferir. Eles adoram ler”, conta a porto-alegrense.

De Itaqui, a família Tellechera veio a Gramado em busca das baixas temperaturas e do aconchego da cidade. Na Rua Coberta, Juliane, 16, procurava obras da romancista inglesa Jane Austen, enquanto a irmã, Sofia, 8, via ser desenhada na própria mão uma estrela no espaço infantil com maquiagem facial. “Estou aqui com meu marido, minha mãe e minhas duas filhas. O final de semana está maravilhoso com o frio e a Feira do Livro”, disse a mãe das meninas, Karen Tellechera.

Segundo o secretário da Cultura, Allan John Lino, a participação do público tem sido positiva. “Já no primeiro dia do evento, na sexta-feira, cerca de 500 crianças estiveram presentes ao longo da programação. No final de semana, recebemos muitos moradores e muitos visitantes também. Convidamos as pessoas a participarem das ações, visitarem a Feira. Ela é de toda a nossa comunidade”, falou.

A literatura é um farol”

O primeiro final de semana contou com uma variada programação artística e cultural. Entre os escritores presentes, estavam Alcy Cheuiche, Ariane Severo e Renata Wolff. No sábado (16), Cheuiche participou de um bate-papo e sessão de autógrafos em comemoração aos 50 anos da 1ª edição do livro “O Gato e a Revolução”. Lançado em 1967, o romance teve sua primeira edição recolhida pela ditadura militar, e o seu autor, Alcy Cheuiche, foi processado. Passados 50 anos, o livro é relançado em 3ª edição, pela AGE Editora. A obra é uma sátira ao regime autoritário.

“A surpresa maior é ver como meio século passa rápido e como os fatos relatados no livro ainda estão atuais. Isso mostra que a literatura é um farol, ela aponta o caminho. Levemos a sério a literatura. Parabéns à Prefeitura por vislumbrar esse caminho, mantendo a sua Feira do Liro em um espaço aberto ao público”, disse o escritor.

A programação literária contou ainda com o lançamento da coletânea Tudo em Movimento da Oficina Literária da escritora e psicanalista Ariane Severo. Ariane lança em 2018 seu primeiro romance – Nina: desvendando Chernobyl (Editora AGE, 159 páginas). “A Feira do Livro tem uma importância muito grande para os escritores, para a divulgação dos livros, para formação de leitores. As pesquisas mostram que um dos fatores que influencia o interesse nos livros é a contação de histórias e o acesso a eles, como atividades como a Feira do Livro”, relata Ariane, que também participou de um bate-papo com Renata Wolf, autora do livro Fim de Festa.

Abertura contou com presença de autoridades e do patrono

A abertura oficial da Feira do Livro de Gramado ocorreu na última sexta-feira (15), no palco cultural da Rua Coberta, e contou com a presença do prefeito João Alfredo Bertolucci, o Fedoca, do vice-prefeito Evandro Moschem, do secretário de Cultura, Allan John Lino, da coordenadora desta edição da Feira, Margarete Anschau e do patrono do evento, o fotógrafo Leonid Streliaev. Alunos das escolas da rede de ensino, comunidade, turistas e a imprensa local acompanharam a abertura.

O patrono desta edição, Leonid Streliaev, falou sobre seus livros e enfatizou a importância da feira. Ele doou ao município um busto de Erico Verissimo. “A cultura também é um elemento importante de turismo. A Feira do Livro vem para disseminar a cultura e o lazer. Sem dúvida, vai ser um sucesso, pois conta com boa organização, apresentações muito legais e bancas com livros de qualidade. Sobre o meu patronato, espero que eu consiga fazer boas coisas pois estou muito feliz em participar desse evento tão importante”, destacou.

O prefeito Fedoca destacou a importância da leitura e desejou uma boa feira a todos os participantes. “Esperamos que haja muita participação nas atividades que foram pensadas para abranger todos os públicos e que o hábito da leitura se faça presente cada dia mais em nossas vidas. Sejam todos bem-vindos à Feira do Livro de Gramado”.

O secretário da Cultura, Allan John Lino, agradeceu aos servidores da pasta pelo envolvimento e comprometimento na organização do evento, e ao prefeito por ser grande apoiador da feira. “São pessoas que têm um carinho especial pela Feira do Livro e trabalham para a valorização da literatura”, frisou. Dando sequência, o Trevelling Souls Duo, com Ástrid e Leaandro Godói, animou o final da cerimônia.

A Feira do Livro é organizada pela Prefeitura de Gramado, por meio da Secretaria da Cultura e conta com o patrocínio do Banrisul, parceria master do SESC Gramado e como parceiros UCS – Região das Hortênsias, UNOPAR, Shopping da Construção Gramado, Hortênsias – Água Mineral Natural, Gottschalk – Floricultura e Paisagismo, Restaurante Bella Gramado, Sinoscar, Villa Bertti, Sindmóbil, Restaurante Linha Bella, Pousada Xixo Escultura, Restaurante Pouso Novo, Matería Capitão Rodrigo, Bazar e Papelaria Arco-Íris e Gramadotur.

Programação segue até o próximo domingo

Durante a semana, várias ações ocorrerão dentro da programação na Rua Coberta. Entre elas, estão as atividades com Kombina e Kombi Koringa, todos os dias, das 9h às 18h. A terça-feira (19), a partir das 18h30min, é dia de leituras dramatizadas baseadas em textos de autores de Gramado e Canela, com o Estúdio de Pesquisa Cia Lisi Berti e, em seguida, bate-papo e sessão de autógrafos com escritores da região.

Dentro das ações descentralizadas, na quarta-feira (20), o patrono Leonid Streliaev fará uma saída de campo para fotografar pela cidade de Gramado com alunos das séries iniciais e, na quinta-feira (21), com alunos das séries finais. Ainda na quinta, no Centro de Cultura da Várzea Grande, ocorre o show poético e musical “O Poeta Brincalhão” com o escritor Kalunga. Na sexta-feira, a socialização literária fica por conta da escritora Letícia Möller, com o lançamento do livro “Dez desejos por dia” e sessão de autógrafos.