Executivo, Sindicatos e ACIC convergem ações para retomada gradativa das atividades em Canela

0
1009
Foto: Rafael Zimmermann/PMC


O secretário de Governança, Planejamento e Gestão, Luciano Melo, convocou uma reunião para a tarde desta segunda-feira (30), no Gabinete do Prefeito, contando com a participação de líderes sindicais do município. Estiveram presentes presidentes representando as seguintes categorias: Hotelaria (Enedir Barreto); Comércio (Clério Sander); Indústrias da Construção e Mobiliário (Pedro Maciel); Metalúrgicos (Francisco Pedroso Laurindo); e Servidores Municipais (Marcus Kunz). A ACIC – Associação Comercial e Industrial de Canela também foi representada pelo seu presidente, Ronaldo de Paula.

Na ocasião, Luciano Melo repassou algumas orientações para a retomada dos trabalhos nas empresas, apresentando um material informativo que está sendo distribuído por servidores da Secretaria da Fazenda e Desenvolvimento Econômico. O secretário ainda solicitou o apoio das entidades na fiscalização das normas de saúde. “A nossa primeira preocupação é com a saúde dos trabalhadores”, ressalta Luciano.

PREVENÇÃO É O FOCO

Os representantes da iniciativa privada falaram sobre as ações que estão sendo tomadas nas empresas visando a prevenção do Covid-19 e contribuíram com sugestões de medidas a serem adotadas no enfrentamento da crise financeira provocada pela pandemia. “Foi uma reunião extremamente positiva”, avalia o secretário Luciano Melo.

FISCALIZAÇÃO SERÁ INTENSIFICADA

Logo após o secretário Luciano Melo, acompanhado pelo secretário da Fazenda, Álvaro Grülke e o secretário Adjunto de Governança, Vitor Müller, participaram de outra reunião, desta vez com representantes da Força Tarefa de combate ao Covid-19. Estiveram presentes o delegado Vladimir Haag de Medeiros (Polícia Civil), o agente Jair Assmann (Dep. Municipal de Trânsito) e Marcelo Fogaça (coordenador da Defesa Civil de Canela).

Na oportunidade foram discutidas ações para intensificar a fiscalização nas empresas e indústrias do município, visando o cumprimento das orientações em saúde. “Aqueles que infringirem as medidas sofrerão sanções nos termos da legislação vigente, incluindo a cassação do alvará, interdição e multa”, alerta o secretário Luciano Melo, lembrando que a retomada das atividades em Canela foi baseada no Decreto Estadual nº 55.149, de 26 de março de 2020, que flexibilizou restrições em todo o Rio Grande do Sul.