Executivo Municipal lança Campanha #GramadodeMáscara

0
1909
Foto:Marca própria da Administração Municipal/Divulgação da Prefeitura Municipal de Gramado.


O Prefeito de Gramado, após reunião nesta manhã de quinta-feira, dia 16, com o Gabinete de Gestão de Crise, lançou a Campanha #GramadodeMáscara. O objetivo do projeto é recomendar que a comunidade amplie o uso de máscaras, para auxiliar na prevenção e combate à propagação do coronavírus (Covid-19).

Conforme os órgãos nacionais e internacionais de saúde, pesquisas demonstram que a utilização de máscaras caseiras, junto das medidas de higienização pessoal e de ambientes, impede a disseminação do vírus através de gotículas expelidas do nariz ou da boca, garantindo uma barreira física e auxiliando na diminuição de casos.

Por isso, a recomendação da Secretaria Municipal da Saúde, da Vigilância em Saúde, assim como da Anvisa e do Ministério da Saúde, é que a comunidade possa produzir as suas próprias máscaras caseiras, utilizando tecidos que assegurem a efetividade, condicionadas a uma boa higienização e desde que produzidas de forma correta.

Entretanto, pessoas com quadro gripal, que estiverem em isolamento domiciliar, devem continuar usando preferencialmente máscara cirúrgica. O mesmo vale para o cuidador mais próximo dessa pessoa, quando estiver no mesmo ambiente da casa.

Produzindo sua máscara caseira
Os tecidos apontados como mais efetivos são os de cotton (composto de poliéster 10% e algodão 90%) ou tecido de algodão 100%, como camisetas. A máscara deve ser feita de forma que cubra totalmente a boca e nariz, não podendo sobrar espaços na lateral do rosto, estando bem ajustada. Ela deve ter uma camada dupla, que permite maior filtração do ar.

Higienização e modo de usar influenciam na efetividade

Algumas dicas importantes para você que usará máscara caseira:

– O uso é individual, não devendo ser compartilhada
– Enquanto estiver usando a máscara, não toque nela. Evite ajustá-la, para não acontecer contaminação. Também evite utilizar maquiagem
– Ao chegar em casa, lave as mãos com água e sabão, secando-as bem antes de retirar a máscara
– Para retirar a máscara, pegue-a pelo elástico ou nó, evitando de tocar na parte da frente
– Para higienizar a máscara, coloque-a de molho numa solução de água potável com água sanitária por 30 minutos. A proporção é 10ml de água sanitária para 500ml de água potável
– Após ficar por 30 minutos imersa na água, enxágue com água e lave a máscara normalmente com água e sabão
– Em seguida, não esqueça de lavar as mãos com água e sabão
– Quando a máscara secar, passe-a a ferro quente e acondicione num saco plástico limpo
– A máscara deve ser trocada sempre que houver umidade ou apresentar sujeira. Também deve ser utilizada por um período máximo de 3 horas, sendo trocada por outra após esse período
– Quando retirar a máscara suja, coloque-a num saco. Quando for higienizá-la, coloque o saco no lixo
– A máscara não deve ser utilizada caso tenha sinais de deterioração, como rasgos, pois pode comprometer a efetividade de sua função.

Medidas preventivas além das máscaras

– O uso de máscara não reduz ou substitui a necessidade das medidas de higiene, e a manutenção do distanciamento de mais de dois metros entre as pessoas
– Limpe as mãos frequentemente
– Lave as mãos com água e sabão por pelo menos 20 segundos, especialmente depois de estar em um local público ou depois de assoar o nariz, tossir ou espirrar. Se água e sabonete não estiverem prontamente disponíveis, use álcool gel 70%
– Evite tocar nos olhos, nariz e boca
– Limpe e desinfete as superfícies frequentemente tocadas diariamente – mesas, maçanetas, interruptores de luz, bancadas, mesas, telefones, teclados, banheiros, torneiras, pias, etc. Se as superfícies estiverem sujas, limpe-as com detergente ou sabão e água antes da desinfecção; e para desinfetar, use produtos domésticos comuns registrados na Anvisa e apropriados para a superfície
– Não compartilhe copos, talheres e outros objetos de uso individual
– Não compartilhe seu chimarrão