Executivo implanta sistema que irá gerar economia aos cofres públicos

0
1414
A diretora Administrativa da Prefeitura, Lilian Rodrigues, e o assessor do contrato, Paulo Pissolatti, em apresentação do sistema. Foto: Marlova Martin.


Maior transparência e controle de gastos: esse é o objetivo na implantação de um novo sistema que a Prefeitura de Gramado, através da Secretaria da Administração, está utilizando a partir de agora no executivo municipal. O novo sistema de controle informatizado para o consumo de combustível vai facilitar e desburocratizar o processo de abastecimento dos veículos do município, gerando consequentemente uma economia de aproximadamente 20% aos cofres públicos.

“A implantação do Cartão Combustível colocará a administração de Gramado numa nova era no que diz respeito à gestão de sua frota, controle, redução de custos e planejamento”, comenta o secretário da administração, Julio Dorneles. “Em seguida, no mesmo caminho da modernização, implantaremos o cartão manutenção para consertos da frota. Isso é dar mais eficiência e resultados à administração municipal, o que resulta em melhores serviços à população Gramadense”, informa o secretário.

Atualmente, a Prefeitura de Gramado tem uma frota de 175 veículos, composta por automóveis, caminhonetes, micro-ônibus, vans, máquinas e equipamentos rodoviários. Por mês, são gastos em média 7,5 mil litros de gasolina, 20 mil litros de diesel comum e 11,5 mil litros de diesel S10.

No processo atual, os veículos são abastecidos na secretaria de Obras, onde há três tanques de combustível. “Com o uso do cartão, não haverá mais necessidade dos motoristas e veículos se deslocarem até a secretaria, que fica localizada no bairro Moura. Agora, poderão abastecer mesmo fora da cidade, quando em viagem, como ocorre com os carros da saúde que viajam diariamente”, segundo o secretário. “Além da facilidade e da economia, também estamos resolvendo uma situação de insalubridade, evitando incidentes”, conclui Julio.

O certame para contratação do novo sistema via licitação iniciou em novembro de 2017, contando com a participação de quatro empresas no pregão presencial 88/2017. A vencedora foi a empresa Neo Consultoria e Administração de Benefícios Eirelli EPP, considerando o critério de julgamento: a apresentação da menor taxa administrativa, ou seja, em cada abastecimento a empresa dará 3,56% de desconto.

Para abastecer os carros, as secretarias deverão fazer um pré-cadastro dos motoristas e veículos no sistema, e posteriormente buscar os postos de combustível credenciados, que possuem a máquina leitora do cartão magnético, a Fitcard. Em Gramado, nove postos já integram o sistema. A secretaria da Administração buscará demais estabelecimentos para realização do cadastro.

A diretora Administrativa da Prefeitura, Lilian Rodrigues, revela que hoje 70% das cidades acima de 20 mil habitantes já possuem postos credenciados para uso do cartão combustível. “Seguimos o modelo adotado por órgãos federais e estaduais, como é o caso da Brigada Militar e também a Emater, bem como outros municípios, como Porto Alegre e Novo Hamburgo”, destaca.

Na última terça-feira (8), motoristas e representantes das secretarias municipais receberam um treinamento ministrado pelo assessor do contrato, Paulo Pissolatti.

Sobre o cartão combustível

Para eliminar os processos manuais de adiantamento de valores e reembolso de despesas, cada veículo (ou motorista) contará com um cartão combustível, que após ser utilizado, automaticamente tem os dados inseridos encaminhados para a administradora do sistema, que autoriza a transação. Além da matrícula do funcionário, os dados do hodômetro também são inseridos no momento do abastecimento, gerando transparência nos custos e controle de consumo dos veículos