Estelionatário foi preso em flagrante pela Polícia Civil em Canela

0
5157
Marcos Henrique Borlino, morador de São Paulo aplicava golpes em correntistas do Banco do Brasil em canela. (Imagens/Polícia Civil0


A Polícia Civil de Canela prendeu, na tarde desta quinta-feira, 25 de outubro, estelionatário que aplicava golpes a clientes de uma agência bancária da cidade. Marcos Henrique Borlino, 24 anos, que é de São Paulo, passava-se por funcionário do Banco do Brasil (BB) e entrava em contato com correntistas, informando que seus cartões haviam sido clonados e que o banco deveria fazer o recolhimento do mesmo para substituição.

O criminoso, que tinha o endereço dos clientes, ia até as residências dos alvos, vestido de funcionário do BB, inclusive utilizando crachá, afirmava que as vítimas deveriam entregar-lhe os cartões de conta corrente, para que o banco providenciasse a remessa de um novo.

Borlino ainda simulava uma ligação para central 0800 do BB e induzia o cliente a erro, que passava sua senha acreditando estar coberto por sigilo. Ele ainda simulava a formalização de uma carta em que o cliente contestava a clonagem, inclusive mostrando que colocava o documento em um envelope supostamente lacrado.

Agentes da Seção de Investigação, após identificar o estelionatário, realizaram sua prisão no Centro de Canela. Os policiais ainda realizaram buscas em uma pousada em Gramado, onde o golpista estava hospedado, sendo recuperados os cartões bancários das vítimas, além de computador, telefone e crachá falso do Banco do Brasil. Borlino foi recolhido ao Presídio Estadual de Canela.

FIQUE ATENTO
O delegado Vladimir Medeiros, titular da DP de Canela e responsável pela ação policial, informa que os agentes policiais agiram rapidamente e com êxito, recuperando os cartões e evitando novas vítimas. A autoridade policial alerta no sentido de que bancos não enviam funcionários a casas de clientes para recolhimento de cartões.

Policiais recuperaram cartões bancários das vítimas e aprenderam computador e falso crachá do banco do Brasil.

Confira imagens da prisão do estelionatário: