Estação de Tratamento de Esgoto com capacidade de 80 litros por segundo será construída em Gramado

0
707
A ordem de início foi assinada nesta quarta-feira, no auditório da Prefeitura de Gramado. Foto: Carlos Borges.


A ordem de início das obras da implantação de uma Estação de Tratamento de Esgotos da Companhia Saneamento (Corsan), com capacidade para 80 litros por segundo, foi assinada nesta quarta-feira, 21, no auditório da Prefeitura, pelo prefeito Fedoca Bertolucci (PDT), o diretor de Expansão da Companhia, Julio Eloi Hofer e pelo diretor de Operações, Eduardo Carvalho. Na ocasião, o presidente da Câmara dos Vereadores, Rafael Ronsoni e o promotor público Max Guazelli, assinaram o documento como testemunhas.

A obra tem um investimento previsto de R$ 22,9 milhões e consiste na construção de uma estação em aço inox, com uma das tecnologias mais modernas na atualidade para o tratamento de efluentes. O prazo da obra é de nove meses.

“Trazemos para Gramado uma tecnologia mundial que permite o monitoramento, controle e operação online, que vai facilitar nossa parte de operação e acompanhamento, mas sobretudo, essa obra trará uma solução para um problema antigo que sim, a Corsan talvez não tenha resolvido no tempo em que se esperava, mas é com satisfação que a gente mostra para a comunidade que a solução vai ser implementada”, disse o diretor de Expansão da Companhia.

PRIORIDADES

O prefeito Fedoca Bertolucci destacou a importância da parceria da Prefeitura com a Corsan na solução dos problemas de abastecimento de água em Gramado.

“A comunidade sabe o que nós passamos, mas a gente nunca deixou de apostar na Corsan. Nós vimos a Corsan com o parceira, apesar de um ambiente de má vontade que existia na época, vencemos esse preconceito e estamos satisfeitos, não só na diferença no modo de agir, mas principalmente pela diferença no modo de pensar da Corsan”, afirmou.

Ele também completou que investimentos no abastecimento de água e no esgoto sanitário estão sendo prioridades na cidade.

“Eu diria que este assunto de abastecimento de água esgotamento sanitário, não está à altura da cidade ainda, mas estamos buscando, priorizando e que bom que está acontecendo nesta velocidade”, enfatizou o prefeito.