Em 24 horas, chove mais de 150mm em Gramado

0
1466
Gramado foi uma das cidades impactadas pelas fortes chuvas. Foto: Gramado News.


Desde a noite de segunda-feira (29), cidades em todo o Estado vem sendo atingidas pelas fortes chuvas. Segundo informações da Secretaria Municipal da Agricultura de Gramado, nas últimas 24 horas, choveu 154mm no município.

Secretarias e órgãos de segurança estão se mobilizando para amenizar o impacto causado pelos ventos e alto volume de chuva. O coordenador da Defesa Civil de Gramado, Alexandre Santos, relata que o setor realizou vários atendimentos nesta terça-feira (30). Lonas foram disponibilizadas para moradores de uma casa que foi destelhada na Vila do Sol, no bairro Várzea Grande. “A Defesa Civil também deverá fornecer as telhas”, coloca o coordenador.

Bombeiros trabalham para amenizar os estragos. Foto: CB.

O Corpo de Bombeiros de Gramado informou que nesta manhã, a Corporação foi solicitada para realizar o corte de árvores e na parte da tarde foi acionada em função de uma residência que estava com risco de desmoronamento, por conta do solo encharcado. “Quanto aos rios e córregos, estamos em monitoramento em conjunto com a Defesa Civil de Gramado a fim de verificar possíveis danos as populações ribeirinhas”, explica o Sargento Miguel Oliveira de Souza.

Linha Ávila
Conforme informações da Assessoria de Comunicação da Prefeitura de Gramado, na estrada da Linha Ávila, a galeria antiga não suportou a vazão de água, causando transbordamento no local. O secretário adjunto de Governança, Tiago Borges, informa que o problema está na travessia antiga, que não suportou o grande volume de água.

O novo canal que está em obras, com tamanho três vezes superior ao antigo, revelou ter capacidade suficiente para receber grande volume de água do arroio. Tiago esteve na tarde desta terça-feira, dia 30, no local, e conversou com moradores próximos da galeria. “Eles relataram que pela primeira vez a casa deles não alagou com uma chuvarada”, destaca Tiago.

Para amenizar o problema, a Secretaria de Obras executou serviços no local para possibilitar maior vazão da água junto à galeria antiga, evitando o transbordamento. Nenhuma casa foi inundada.