Dois homens são presos por extorsão em Gramado

0
1951


Na tarde desta quinta-feira (01), a Polícia Civil, após troca de informações com a Brigada Militar, prendeu em flagrante dois homens por extorsão. As prisões ocorreram no Bairro Dutra, em Gramado, em imóvel alugado pelos suspeitos.

Conforme as investigações, os homens são suspeitos de extorquir uma mulher, após terem furtado seu aparelho celular em uma loja no centro da cidade. Os suspeitos exigiam valores para devolver o aparelho e não divulgar conteúdos pessoais da vítima que havia no celular, aos quais tiveram acesso após conseguirem desbloquear o aparelho.

A vítima chegou a realizar depósitos para os criminosos, cedendo aos achaques. Inclusive, pouco antes da prisão, os suspeitos realizaram novos contatos com a vítima, exigindo valores.

Ainda restou apurado que os suspeitos foram os autores do furto do aparelho, ocorrido no dia 24 de junho, bem como um deles também foi identificado como autor do furto de outro celular, crime ocorrido em uma oficina mecânica no dia 28 de junho.Também se apurou que um dos suspeitos havia aberto uma conta virtual fraudulentamente, em nome de terceira pessoa, utilizando documentos perdidos por um morador de Bento Gonçalves.

Nesta conta entravam os depósitos dos valores extorquidos da primeira vítima, que ainda teve outros valores subtraídos de sua conta pelos criminosos, com prejuízo relevante.

Conforme a Polícia Civil, os suspeitos vieram de Caxias do Sul para Gramado há cerca de 15 dias, envolvendo-se em diversos delitos neste curto espaço de tempo, ressaltando que as prisões foram fundamentais para evitar que fizessem novas vítimas.

O Delegado Gustavo Celiberto Barcellos, titular da DP Gramado, Órgão responsável pelas investigações e prisões, ressaltou o empenho e eficiência do efetivo policial no rápido esclarecimento do crime e prisão dos suspeitos, acrescentando que a troca de informações com a BM/1BPAT foi fundamental para a localização dos suspeitos e consequente prisão em flagrante.

Após os trâmites legais, os suspeitos foram recolhidos ao sistema prisional.