Decreto municipal com medidas restritivas será mantido até dia 4 de abril em Canela

0
645
Foto: Taís Berti.

Integrantes do 1º escalão da Administração Municipal de Canela participaram de uma importante reunião na tarde desta quinta-feira (26), por videoconferência, com o objetivo de debater as ações realizadas até o momento e discutir as próximas medidas a serem adotadas no combate ao Covid-19.

O prefeito Constantino Orsolin coordenou a reunião e ouviu atentamente o vice-prefeito Gilberto Cezar e os oito secretários municipais que apresentaram as ações executadas em cada pasta. “Estou muito orgulhoso pelo grande trabalho e pela dedicação do meu time de secretários. Permaneço resguardado por ser do grupo de risco, mas quem me conhece sabe que gostaria de estar na linha de frente. Sigo atuando de casa, realizando reuniões diárias e trabalhando pelo bem do povo de Canela”, comentou o prefeito Constantino Orsolin.

Entre os temas debatidos estava a manutenção do decreto municipal que determina restrições a estabelecimentos e entidades religiosas e sociais de uso privado ou público. Com validade de 15 dias a medida segue em vigor até o próximo dia 4 de abril. “Foi unanimidade de que devemos manter o decreto, pois entre a economia e a vida, vamos optar pela saúde da nossa população”, frisa o prefeito Constantino Orsolin, lembrando que entidades como o SindTur Serra Gaúcha são contra a flexibilização.

NOVA AVALIAÇÃO NA PRÓXIMA SEMANA

No entanto, o chefe do Poder Executivo adianta que serão realizadas reuniões com diversos setores da economia na próxima semana para uma reavaliação do decreto municipal nº 8.701. “Evidentemente que estamos muito preocupados com a economia do nosso município. Por isso, a partir de segunda-feira (30) teremos reuniões para em conjunto tomarmos decisões”, afirma Constantino Orsolin.

Por fim, o prefeito pede serenidade e paciência aos canelenses neste difícil momento, ressaltando a importância de todos fazerem a sua parte. “Gostaria que tudo voltasse a normalidade o mais rápido possível, mais neste momento infelizmente não dá. Vamos seguir as orientações dos especialistas, pois seu ato de isolamento pode ajudar muitas pessoas”, avalia o prefeito Constantino Orsolin.