Concessão da ERS-235: secretário Leonardo Busatto informa que antecipação de obras é viável

0
414
Foto: Francis Jonas Limberger/Comunicação PMNP.


Em reunião realizada na tarde de terça-feira, 6 de julho, o secretário extraordinário de Parcerias do Governo do Estado, Leonardo Busatto, anunciou que o cronograma de obras da concessão da ERS-235 poderá ser antecipado, sem impacto significativo na tarifa de pedágio. O representante do Governo do Estado participou de uma reunião em Nova Petrópolis, junto com o prefeito Jorge Darlei Wolf, o presidente da Acinp, Marcos Alexandre Streck, e outras autoridades e lideranças locais. O tema seguirá em discussão nas próximas semanas, com novas reuniões em Nova Petrópolis e apresentação formal de demandas ao Governo do Estado.

De acordo com a proposta inicial do Governo do Estado, o trecho da ERS-235 entre Nova Petrópolis e Gramado seria duplicado entre o sexto e o décimo ano do contrato. Outras estradas da região receberiam obras a partir do terceiro ano. Para o prefeito Jorge Darlei Wolf, este é o ponto que mais provocou questionamentos na comunidade local. “Não entendemos essa diferença e, para nós, está claro que o trecho de Nova Petrópolis necessita de investimentos importantes antes do sexto ano de concessão”, afirma Darlei.

Na reunião desta terça-feira, o secretário Leonardo Busatto afirmou ser possível antecipar o cronograma de obras até para o quarto ano do contrato, sem que a tarifa do pedágio sofra impactos significativos.

Conforme o secretário, o Governo do Estado prevê investimento de R$ 407 milhões para a ERS-235 durante os 30 anos do contrato de concessão. A principal obra prevista no projeto é duplicação total do trecho de 32 quilômetros entre Nova Petrópolis e Gramado. No entanto, Leonardo Busatto informou que a comunidade local tem a prerrogativa de decidir quais investimentos deseja receber.

“A duplicação, como está prevista, seria daquele formato com as duas pistas separadas por uma vala ou um muro, o que realmente pode impactar bastante a realidade local. Um comércio instalado nas margens da rodovia, por exemplo, passará a receber somente os veículos que trafegam em um sentido da via. Os que trafegam no sentido contrário precisarão fazer o retorno”, explicou o secretário.

Como o edital de concessão das estradas ainda está em fase de elaboração e debates, o secretário Leonardo Busatto se prontificou a receber propostas de alterações para o trecho de Nova Petrópolis. Antes da apresentação formal ao Governo do Estado, o tema será avaliado no Município. Uma reunião com representantes de entidades e o Poder Público está agendada para a quinta-feira, 15 de julho. Para a ocasião, estão sendo convidados os presidentes das associações de moradores dos bairros Pousada da Neve, Piá, Vale Verde, Linha Imperial, Linha Brasil e Linha Araripe.

“Convidamos o Secretário Busatto para vir a Nova Petrópolis discutir o projeto com o poder público e lideranças da região, porque entendemos que o tema é de suma importância. Precisamos seguir dialogando de forma coletiva para apresentar pontos estratégicos que valorizem o trajeto e sejam incluídos no projeto de concessão”, avaliou o presidente da Acinp, Marcos Alexandre Streck.