Como utilizar aplicativos financeiros com mais segurança

0
328


Graças à tecnologia, hoje em dia quase tudo se resolve no digital. A ideia é ficar tudo mais fácil, prático e na palma da sua mão. Aposto que você tem pelo menos um app aí no seu celular do banco ou do cartão de crédito.

Assim como presencialmente, é preciso ter muito cuidado nas transações para poder aproveitar ao máximo a facilidade de resolver a sua vida financeira digitalmente sem correr riscos.

Nesse post eu vou te trazer várias dicas de como usar a tecnologia a seu favor e de maneira protegida.

  1. Nunca acesse links recebidos por e-mail, SMS ou whatsapp

Se o seu banco precisar que você faça alguma alteração, atualize dados, ou faça qualquer ação dentro do aplicativo ele irá mandar um aviso dentro do próprio aplicativo.

Se for algo mais sério, ele solicitará que você compareça a agência.

Os bancos nunca entram em contato através desses canais.

  1. Configure seu celular para que o acesso aos app’s de banco ou cartão de crédito só seja possível através de senha ou digital.

Assim se o seu telefone for furtado, fica mais difícil ter acesso aos aplicativos.

  1. Mantenha os seus limites de transações baixos sempre que possível.

Se você não precisa fazer transações de grandes valores, mantenha sempre os limites o mais baixo possível, principalmente do seu cartão de crédito.

Você pode configurar os limites no próprio aplicativo do banco.

  1. Use cartões virtuais

Quando for fazer uma compra on-line gere um cartão virtual e o exclua após utilizar. Assim você não corre o risco de ter seu cartão clonado, além disso é uma barreira extra para quem gasta mais do que deve.

  1. Monitore suas contas bancárias e cartão de crédito com frequência

Apesar de não ser um hábito de muitas pessoas, assim você consegue perceber com mais facilidade se alguma movimentação não bate com os seus gastos. Este hábito também é essencial para uma boa organização e planejamento financeiro.

  1. Se possível utilize somente redes wifi conhecidas (em casa ou no trabalho, por exemplo). Redes wifi públicas são mais vulneráveis a ataques e costumam ter proteções em níveis mais baixos.

  1. Não deixe nenhuma senha salva no bloco de notas ou afins. Procure memorizar a senha, utilizando uma senha forte que contenha números, letras maiúsculas, minúsculas e caractere especial (se for compatível).

Se você tiver um telefone mais antigo sobrando seria interessante utilizá-lo para acessar os seus aplicativos e deixa-lo em casa. Seria como uma carteira digital. Sei que não são todas as pessoas que tem essa possibilidade, mas é uma ideia que pode funcionar muito.

Caso você perca ou tenha o seu celular furtado avise imediatamente seu banco. Assim o seus acessos serão bloqueado imediatamente evitando que o prejuízo se torne ainda maior. Além disso é essencial fazer também o mais rápido possível o boletim de ocorrência.

Seguindo essas recomendações você poderá agregar a facilidade e segurança nas suas transações.