Catedral de Luzes ganha versão inédita no 33° Sonho de Natal

0
407

O espetáculo Catedral de Luzes está sendo repaginado. Com música, narrações, artes visuais e projeção mapeada, a emblemática Catedral de Pedra de Canela será o cenário do inédito espetáculo Vida. O novo atrativo de Canela tem estreia programada para 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Além de ser uma das atrações paralelas da programação do 33° Sonho de Natal, a emotiva projeção audiovisual será mantida ao longo do ano.

“Canela vai ganhar uma atração inédita ao longo dos 365 dias do ano. O objetivo é colocar nossa cidade em evidência com uma mensagem de otimismo e renovação da fé”, afirma o secretário de Turismo e Cultura, Ângelo Sanches.

O secretário destaca que a organização trabalha com a possibilidade de criar um sistema de drive-in nas ruas Borges de Medeiros e Felisberto Soares, caso a pandemia não tenha sido controlada. “Em 2017, inauguramos o espetáculo Catedral de Luzes e, agora, Canela está inovando com um roteiro que aborda a valorização da vida unindo som, luz e imagem. Vamos abordar a fé, a religiosidade, o encantamento e a magia em conjunto com mensagens de otimismo, esperança e ressaltando as virtudes humanas”, frisa Sanches.

Na próxima semana, o projeto será apresentado ao Ministério do Turismo. “Nossa Catedral é reconhecida como uma das maravilhas do Brasil e será cenário para uma atração inédita”, diz o secretário.

VIDA

Com duração de 15 minutos, o espetáculo Vida será realizado diariamente em duas sessões, às 20h30 e às 21h30. Em sincronia com uma trilha sonora, a cenografia audiovisual irá propor reflexões através de narrações e ilustrações em vídeo projetados na fachada da Catedral de Pedras com equipamentos de alta performance. Serão utilizadas uma variedade de imagens mesclando cenas reais com imagens construídas em efeitos gráficos de acordo com a arquitetura do local.

Conforme o secretário, a trilha sonora utilizada para o espetáculo provoca variações de altas e baixas sensações que só a música pode proporcionar. “A primeira missão da trilha sonora é dar elementos para a utilização da iluminação instalada na Catedral de Pedra. Ela precisa respeitar momentos e velocidades dos projetores de luz para a ideia principal de um espetáculo de som e luz possa causar efeito. Em uma analogia, é possível comparar a igreja com a garganta de um solista. É como se a Catedral estivesse interpretando uma música, fazendo reverberar os sons através da luz. É isso que emociona”, conclui Sanches.

Com apoio da Secretaria de Turismo e Cultura de Canela, o projeto é uma realização da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes em parceria com a iniciativa privada.