Cartório Eleitoral orienta eleitores para as votações que acontecem no domingo

0
3602
Foto: Internet/Divulgação


As votações para as eleições de 2018 acontecem no próximo domingo, dia 7 de outubro. Em função disto, o Cartório Eleitoral de Gramado requer passar informações para os votantes, como também comunidade gramadense.

Seções Eleitorais:

Em virtude da extinção de 8 zonas eleitorais em todo estado, incluindo Gramado, houve alteração do número das seções eleitorais naquele município. No dia da eleição, os locais contarão com ambos os números – o atual e o antigo, para facilitar o acesso do eleitor.

As seções eleitorais continuam nos mesmos locais, exceto as seções da Escola Infantil 25 de Julho, que estará fechada. Estas seções funcionarão na Casa da Juventude, em frente ao Lago Negro.

Confira lista dos locais de votação:

Locais de votação

Biometria:

A biometria para os municípios de Canela e Gramado não é obrigatória, porém quem realizou a mesma poderá ser identificado através do reconhecimento da digital no dia da Eleição.

Do total de eleitores do Estado, aproximadamente 1.500.000 eleitores tem o cadastro biométrico junto a Justiça Eleitoral, faltando pouco mais de 3.355.000 eleitores. Em função disso, o TSE firmou parceria com o IGP – Instituto Geral de Perícia para incorporar à base de dados da Justiça Eleitoral as informações (biometria, foto, assinatura) que serão utilizadas nesta eleição. Cerca de 42% dos eleitores não cadastrados na biometria poderão ser dispensados da revisão de eleitorado caso o reconhecimento biométrico seja efetivado na urna.

Missão OEA – Organização dos Estados Americanos

Nas Eleições Gerais de 2018, pela primeira vez, o Brasil receberá uma Missão de Observação Eleitoral (MOE) da Organização dos Estados Americanos (OEA), com base no Acordo-TSE nº 26/2017, assinado pelo Tribunal Superior Eleitoral e pela Secretaria-Geral da OEA. Essa cooperação inédita reforça a liderança brasileira na promoção da democracia e expressa o compromisso do país com um processo eleitoral cada vez mais plural e representativo.

Conforme o Acordo-TSE nº 26/2017, a Justiça Eleitoral deverá garantir todas as facilidades para o cumprimento da observação, entre elas: pleno acesso aos locais de votação e às instalações da Justiça Eleitoral, assim como ao processamento de denúncias e às cópias dos documentos impressos eletronicamente.
Não haverá aviso prévio sobre locais ou seções a serem visitados pelos membros da Missão, os quais serão identificados por meio de jaleco na cor bege, com a logomarca da OEA, e de credencial de identificação elaborada pelo TSE.

No dia da eleição:

Manifestações: Conforme o disposto no artigo 39-A da Lei Eleitoral 9.504/97, é permitido aos eleitores manifestação individual  e silenciosa da preferência do eleitor por partido político, coligação ou candidato, revelada exclusivamente pelo uso de bandeiras, broches, dísticos e adesivos. Na seção eleitoral, a bandeira deve ser enrolada e o uso de celulares na urna eletrônica é proibido, devendo o mesmo ser disposto na mesa próxima a urna.

Votação: Recomenda-se que o eleitor leve a sua cola, pois serão seis candidatos:

1º deputado federal – 4 números

2º deputado estadual – 5 números

3º senador 1ª vaga – 3 números

4º senador 2ª vaga – 3 números

5º governador – 2 números

6º presidente – 2 números

Documentos: Poderão ser apresentados os seguintes documentos de identificação:

Carteira de categoria profissional reconhecida por lei;

Carteira de identidade;

Carteira de trabalho;

Carteira nacional de habilitação;

Certificado de reservista;

Documento Nacional de Identificação – DNI;

E-titulo (título de eleitor em meio digital)

Passaporte.