Canela recebe 20 implantes contraceptivos como doação da ONG Brasil Sem Grades

0
286


Na manhã de hoje (1º), o secretário adjunto de Assistência, Desenvolvimento Social, Cidadania e Habitação, Carlos Arthur Pacheco, acompanhado da assistente social Aneline Schmitt e a coordenadora do Centro Materno Infantil, enfermeira Letícia Zanin de Brito, estiveram em São Sebastião do Caí para receber a doação de 20 implanon NXT (implantes contraceptivos).

A doação aconteceu na prefeitura de São Sebastião do Caí com a presença do prefeito Júlio César Campani e o empresário caiense Luiz Fernando Oderich, presidente da ONG Brasil Sem Grades, que adquiriu os contraceptivos, num montante de 1800 que também foram repassados a outros municípios da região.

A doação para Canela foi através do projeto Rede de Apoio Cidadã, comandado pela juíza Simone Chalela e operacionalizado pelo Município, por meio do gabinete do Prefeito Constantino Orsolin e da assistente social Aneline Schmitt.

A doação atende o pedido da enfermeira Letícia que atende no Centro Materno Infantil.

O que é o implante contraconceptivo:

O implante é um bastonete bastante pequeno inserido sob a pele do braço da mulher para atuar como contraceptivo. Ele é invisível e evita a gravidez por até três anos. O implante libera progestina, um hormônio que impede que os ovários liberem óvulos. A progestina também engrossa o muco no interior do corpo para impedir que os espermatozóides cheguem aos óvulos. Ele deve ser inserido no braço por um profissional da área da saúde. A eficácia é superior a 99%.