Câmara de Gramado repassa R$ 300 mil para ações ao combate do COVID – 19

0
580


Na manhã de hoje (15), a Mesa Diretora da Câmara Municipal de Gramado esteve na sede do Executivo conversando com o Prefeito para fazer a entrega oficial de dois documentos.

No primeiro o Legislativo repassa de seu orçamento o valor de R$ 300 mil para auxiliar ao combate ao COVID – 19 (Coronavírus).  Os valores objetivam auxiliar na aquisição de EPI’s para servidores da área da Saúde; aquisição de máscaras para a comunidade, aquisição de respiradores e aquisição de cestas básicas.

“Ressaltamos que Gramado, assim como outras cidades, vive um momento delicado, em função da pandemia que estamos enfrentando. Somos uma cidade pujante, trabalhadora, que vive em sua grande maioria do turismo, assim sendo, estamos tendo inúmeras dificuldades nesse processo. Como Legislativo não estamos omissos, aprovamos projetos importantes de readequação de pagamento de impostos, contratação de médicos, estamos acompanhando o Comitê de Crise, mas sentimos a necessidade de também contribuir de alguma forma, mais enfaticamente. Assim sendo, estamos retirando de nossos cofres esse montante para que o interesse público, a saúde e a proteção da comunidade gramadense tenham mais esse investimento”, explicaram os vereadores da Mesa.

No segundo, os membros da Mesa Diretora, pensando nos cuidados para que Gramado possa, gradativamente, retomar a sua economia, pedem ao Executivo que faça um decreto regulamentado o uso de máscaras. A ação visa o controle da propagação do COVID – 19 (CORONAVÍRUS).

O uso de máscaras é recomendado pelo Ministério da Saúde, Organização Mundial de Saúde e vem mostrando-se eficiente, junto com outras medidas, no controle da proliferação do COVID – 19, bem como é um dos instrumentos a ser utilizado para que o trabalho na cidade possa ser retomado. “O intuito é minimizar o aumento de casos em nossa cidade. O uso massivo de máscaras, que podem ser produzidas de forma caseira, impede a disseminação de gotículas expelidas, desta forma estaremos cuidando de nós e do próximo”, explicaram.

Eles sugeriram o regramento do uso em táxi, transporte coletivo ou compartilhado de passageiros; acesso aos estabelecimentos considerados essenciais (supermercados, mercados, farmácias, entre outros); para acesso aos estabelecimentos comerciais que tiverem as atividades liberadas e retomadas; para circulação em ruas, calçadas e demais ambientes coletivos.

Compõem a Mesa Diretora da Casa os vereadores Luia Barbacovi, Manu da Costa, Rosi Ecker Schmitt e Volnei da Saúde.