Câmara de Gramado autoriza contratação de profissionais para auxiliar na volta às aulas presenciais

0
301
Foto: Paulo Vargas.


A Câmara de Vereadores aprovou na sessão ordinária desta segunda-feira, dia 27, por unanimidade, o Projeto de Lei 76/2021, em que a Prefeitura de Gramado poderá contratar de forma temporária cozinheiros nível 1, monitores de educação, supervisores pedagógicos, orientadores educacionais e professores de Atendimento Educacional Especializado (AEE).

A intenção é suprir as necessidades decorrentes do retorno às aulas presenciais e em atendimento aos protocolos de saúde pública do Coronavírus. As contratações serão por seis meses, podendo ser prorrogadas por igual período.

No total, serão: 10 cozinheiros com ensino fundamental incompleto e idade mínima de 18 anos, com carga horária de 40 horas e salários de R$ 1,4 mil; 20 monitores de educação com ensino médio completo e idade mínima de 18 anos, com carga horária de 40 horas e salários de R$ 1,5 mil; cinco supervisores pedagógicos com graduação em Pedagogia ou afins e pós em supervisão educacional, com carga horária de 40 horas e salários de R$ 4,2 mil; cinco orientadores educacionais com graduação em Pedagogia ou afins e pós em supervisão educacional, com carga horária de 40 horas e salários de R$ 4,2 mil; e cinco professores de AEE com graduação em Educação e curso específico de Educação Especial, com carga horária de 40 horas e salários de R$ 4,2 mil.