Bandidos usavam facões e adagas para cometer assaltos na região

0
3256
Criminosos realizaram os assaltos em Três Coroas, São Francisco de Paulo e em Gramado. Foto: Polícia Civil/ Divulgação.


Em menos de 24 horas, os bandidos que assaltaram com o emprego de facão e adaga uma cafeteria em Gramado, na noite de quinta-feira, dia 26, foram presos. Os ladrões foram detidos em Canela, por meio de uma ação que envolveu efetivos da Polícia Civil de Gramado, Canela, Três Coroas e São Francisco de Paula.

Após a troca de informações entre investigadores das delegacias (DPs) dos quatro municípios, o trio de assaltantes foi identificado. No final da manhã desta sexta-feira, 27 de outubro, foram detidos em flagrante no bairro São Lucas, os irmãos Marcos Rafael de Oliveira, conhecido como Chulé, Douglas Claudiomir de Oliveira, o Chocolate e no bairro São Rafael, Jonathan Diogo Osorio, vulgo Buda. Este último é de Caxias do Sul, mas estava residindo a pouco tempo em Canela.

As prisões correram na casa dos acusados. Os três além de assaltarem a cafeteria localizada no bairro Avenida Central, em Gramado, também roubaram no dia 15 deste mês um posto de combustíveis em São Francisco de Paula. Seis dias depois, em 21 de outubro, na cidade de Três Coroas o grupo voltou a agir tento novamente um posto de combustíveis como alvo.

Durante a ação a polícia civil encontrou toca usada nos assaltos, uma garrafa de vinho argentina e demais pertences das vítimas. Foto: Policia Civil/Divulgação.

Prisão preventiva dos acusados

Nos três ataques, os ladrões agiram com os rostos encobertos por toucas e utilizando armas brancas. Na ação que mandou os bandidos para atrás das grades, os policiais encontraram uma touca ninja, e objetos que foram subtraídos das vítimas, como uma garrafa de vinho que foi levada pelo trio durante o assalto a cafeteria, em Gramado.

A camionete S-10 azul (com placa de Caxias do Sul) que foi usada na fuga dos três roubos a estabelecimentos comerciais foi apreendida na casa de Buda.

O titular da DP de Canela, Vladimir Medeiros apresentou à Justiça pedido de prisão preventiva (por tempo indeterminado) dos criminosos para que eles permaneçam encarcerados durante a conclusão do inquérito policial. Medeiros coordenou a ação conjunta que culminou com a detenção de Chulé, Chocolate e Buda.

Todos têm antecedentes criminais. “Eles (os dois irmãos) são conhecidíssimos nossos, inclusive já arrombaram escolas e cometeram inúmeros crimes patrimoniais. Geralmente realizavam furtos, sem violência, mas depois que conheceram Buda passaram a praticarem roubos com violência,” revela Medeiros.

Fuga em fusca e camionete

Conforme o chefe da Polícia Civil em Gramado, delegado Gustavo Barcellos, no ataque a cafeteria, dois homens entraram no estabelecimento armados com facão e adagas e anunciaram o assalto. O outro comparsa aguardou a investida na porta da cafeteria.

Os bandidos renderam funcionários e clientes. O trio levou uma quantia em dinheiro que estava no caixa e uma garrafa de vinho argentino. Inicialmente eles fugiram a bordo da S-10, mas durante a fuga eles colidiram o veículo contra o meio-fio, o que acabou danificando uma das rodas.

Os ladrões decidiram parar e roubar um Fusca que transitava na via pública. O carro pertencia a um tenente do Corpo de Bombeiros de Gramado.

Os bandidos seguiram com a camionete e o Fusca, sendo que o veículo de passeio foi abandonado no bairro conhecido como Tiririca.  “Eles agiram ameaçando as vítimas,” conta o delegado Barcellos. Buda, Chocolate e Chulé foram encaminhados para o Presídio Estadual de Canela.

Confira imagens captadas pelas câmeras de segurança dos dois postos de combustíveis e cafeteria, as quais registraram as ações dos criminosos.