Balanço realizado pela BM aponta redução de furtos e roubos em Gramado

0
367

Mesmo com as dificuldades enfrentadas em razão da Pandemia, o 1º semestre de 2020 foi marcado por várias ações da Brigada Militar.

Através do 1º Batalhão de Policiamento em Áreas Turísticas (1ºBPAT), a BM realizou um balanço onde foram apresentados os números totais de ações realizadas durante o 1º semestre de 2020. São os indicadores de produtividade, que demonstram em números, o desempenho da instituição, que atua, sobretudo, para prevenir crimes.

Em toda a área de atuação do batalhão, que consiste – atualmente – em 10 municípios, foram atendidas 9.253 ocorrências. Esse número convertido em dias é o mesmo que 50 ocorrências atendidas a cada 24 horas pelos policiais militares. Dentro desse número estão também atendimentos diversos ao cidadão, tais como orientações sobre as restrições e cuidados relacionados ao COVID-19.

A Brigada Militar realizou 963 prisões em flagrante, o que corresponde a um total de cinco prisões por dia.

Foram presas 24 pessoas por porte e posse ilegal de arma de fogo e apreendidas 29 armas; foram presos 103 traficantes e apreendidos 14 quilos de drogas entre maconha, cocaína, crack, além de 168 comprimidos de ecstasy, 79 pontos de LSD e 12 pés de maconha. Tais resultados, indicam um aumento de 96% em relação a apreensão de drogas no primeiro semestre de 2019.

Nesse mesmo período, 67.375 pessoas foram abordadas em ações policiais e 33.916 veículos foram fiscalizados. Ainda com a chegada da pandemia (COVID-19) a Brigada Militar passou a diversificar a sua atuação, se reinventar na forma de atuar, onde passamos a intensificar as ações proativas de polícia comunitária, através de visitas comerciais e residenciais. No semestre foram realizadas 8.069 visitas comunitárias, sendo 6.757 em estabelecimentos comerciais e 1.312 a residências.

Nos índices criminais, na comparação com o primeiro semestre do ano passado, houve diminuição nos homicídios (45%), no roubo a pedestre (55%), no roubo a residência (43%), e nos furtos (20%).

Estes números são o reflexo e resultado de ações como repressão ao crime, policiamento ostensivo, policiamento comunitário, aplicação da base móvel, realizando uma aproximação ainda maior com a comunidade. Também o trabalho iniciado este ano com as Patrulhas Maria da Penha, com a proteção às vítimas de violência doméstica, além do planejamento através da administração da corporação, entre outras tantas ações desenvolvidas pela Brigada Militar.

Esses dados não são apenas números. Eles carregam consigo uma redução efetiva nos índices de criminalidade e aumentam a sensação de segurança da população.

São municípios da Região das Hortênsias, Campos de Cima da Serra e Vale do Paranhana atendidos pela Instituição que através desses números comprova que diuturnamente a segurança da comunidade é o que move a Corporação.

Major Márcio Borba Fernandes, Subcomandante do 1º BPAT, destaca o resultado das ações da Brigada Militar no semestre: “Apesar de todas as adversidades impostas pela crise sanitária, os policiais militares, de cada uma das 10 cidades sob nossa responsabilidade territorial, devidamente orientados e equipados, conscientes de seus compromissos constitucionais, continuaram ofertando à sociedade seu empenho e dedicação, para preservação da segurança pública. Os recursos orçamentários foram distribuídos de acordo com as necessidades locais, porém com especial foco nas atividades de inteligência policial e nas ações de repressão criminal qualificada, por meio da Força Tática. Aproveito para agradecer a cada um desses homens e mulheres, que integram as fileiras da corporação, pelo fiel cumprimento das missões, as quais redundaram em resultados positivos num momento tão complicado de nossa sociedade”.

Gramado

Em Gramado a Brigada Militar atendeu 1.332 ocorrências e efetuou 180 prisões. Houve redução nos índices de roubos (40%) e furtos (50%). Destaque ainda no número de prisões por tráfico de drogas passando de cinco no 1º semestre de 2019 para 16 em 2020. Também o aumento de apreensão de cocaína, no total deste semestre de 1,087kg, contra 43 gramas em 2019.

1º Semestre 2020
Total de prisões 180
Foragidos / Procurados 7
Furtos 8
Tráfico de entorpecentes 16
Embriaguez ao volante 8
Lei Maria da Penha 12
Pessoas abordadas 15.975
Veículos fiscalizados 7.226
Total de ocorrências atendidas 1.332

Apreensões de drogas
Cocaína (g) 1.087
Maconha (g) 1.533

Canela

No município de Canela foram 3.712 ocorrências atendidas e 287 prisões realizadas. Não houve roubo a residência, nem de veículo, ainda diminuição no roubo a pedestre (55%), e dos furtos de veículos (66%). Também houve aumento nas apreensões de maconha, 2,356 kg em 2020, enquanto em 2019 havia sido 747 gramas.

1º Semestre 2020
Total de prisões 287
Foragidos / Procurados 44
Furtos 20
Posses de entorpecentes 31
Tráfico de entorpecentes 33
Embriaguez ao volante 15
Lei Maria da Penha 10
Pessoas abordadas 9.598
Veículos fiscalizados 3.712
Total de ocorrências atendidas 2.299

Apreensões de drogas
Cocaína (g) 368,9
Maconha (g) 2.356

Igrejinha

Em Igrejinha a atuação da Brigada Militar resultou em 246 prisões e no atendimento de 1.246 ocorrências. Destaque no aumento das prisões por posses (30%) e tráficos de entorpecentes (180%), por consequência nas apreensões de drogas. Cocaína passou de 15 gramas para 318 gramas e maconha de 335 gramas para 2,615 kg, respectivamente em 2019 e 2020.

Houve redução no roubo a pedestre (58%) e furtos (24%). Importante destacar ainda que não houve homicídio no semestre no município.

1º Semestre 2020
Total de prisões 246
Foragidos / Procurados 8
Furtos 15
Posses de entorpecentes 52
Tráfico de entorpecentes 28
Embriaguez ao volante 3
Lei Maria da Penha 17
Pessoas abordadas 9.966
Veículos fiscalizados 6.168
Total de ocorrências atendidas 1.246

Apreensões de drogas
Cocaína (g) 318,8
Maconha (g) 2.615

Três Coroas

Em Três Coroas houve diminuição do número de homicídio, onde ocorreu um caso, contra três em 2019. Não foram registradas ocorrências de roubo a residência nem roubo de veículo. Ainda diminuição no índice de roubo a pedestre, passando de cinco casos para um, assim como de roubo a estabelecimento comercial, de três ocorrências em 2019 para uma em 2020.

Foram ao todo 754 ocorrências atendidas e efetuadas 119 prisões. Destaque para um pequeno aumento no número de prisões por tráfico de drogas e por consequência na apreensão de entorpecentes.

1º Semestre 2020
Total de prisões 119
Foragidos / Procurados 5
Furtos 5
Posses de entorpecentes 10
Tráfico de entorpecentes 11
Embriaguez ao volante 3
Lei Maria da Penha 9
Pessoas abordadas 5.068
Veículos fiscalizados 3.163
Total de ocorrências atendidas 754

Apreensões de drogas
Cocaína (g) 175,4
Maconha (g) 1.920

Nova Petrópolis

No município de Nova Petrópolis foram 382 ocorrências atendidas e 50 prisões. O destaque é para o grande aumento na apreensão de drogas, que já vem aumentando desde o segundo semestre de 2019. Na comparação do primeiro semestre de 2019 e 2020 dobrou o número de prisões por tráfico de drogas. Ainda apreensão de 3,218 kg nesse ano contra 1,242 kg ano passado.

1º Semestre 2020
Total de prisões 50
Posses de entorpecentes 6
Tráfico de entorpecentes 10
Pessoas abordadas 6.171
Veículos fiscalizados 3.200
Total de ocorrências atendidas 382

Apreensões de drogas
Cocaína (g) 1,282
Maconha (g) 1,729
Crack (g) 207