Atriz Dira Paes fecha a série de homenagens na noite de hoje

5
6682
A atriz Dira Paes, homenageada com o Troféu Oscarito, durante feijoada no Hotel Serrano. Foto: Edison Vara/ Pressphoto


A entrega do troféu Oscarito para a atriz Dira Paes, que ocorre na noite dessa sexta-feira, 25 de agosto, fecha a sequência de homenagens desta 45ª edição do Festival de Cinema de Gramado.

Nascida no Pará, na Amazônia brasileira, a carreira de mais de três décadas lhe permitiram interpretar da comédia ao drama, passando por obras infantis – a sua mais recente descoberta – e filmes autorais.

O trabalho de Dira ajudou a descortinar problemas sociais do norte e nordeste brasileiros que ainda hoje são ignorados, como exploração sexual infantil, coronelismo (“Baixio das Bestas”, 2006) e as brutas relações sociais nas periferias das capitais (“Amarelo Manga”, 2002). Nesse ambiente, rodou também “Dois Filhos de Francisco” (2005), o longa que retrata a infância dos ídolos da música sertaneja pop Zezé di Camargo e Luciano e foi campeão de bilheteria. Também revisitou mitos do cangaço como em “Corisco & Dadá” (1996), no qual desempenha o papel da protagonista feminina e o folclore carnavalesco na Salvador contemporânea em “Ó, Pai, ó” (2007).

Entretanto, a atriz não se intimidou em atravessar o Brasil para trabalhar em produções que retratam a história e a cultura do interior do Rio Grande do Sul, como “Anahy de las Misiones” (1997) ou “Noite de São João” (2003), e integrar o elenco de obras de corte urbano sulino, caso de “Meu Tio Matou um Cara” (2004). “O cinema me levou para o mundo e fez com que eu conhecesse e compreendesse um Brasil gigante e plural”, celebra a homenageada.

O troféu Oscarito é entregue desde 1991 para grandes atores e atrizes do cinema brasileiro e, nos últimos anos, já esteve nas mãos de Fernanda Montenegro, Betty Faria, Glória Pires, Flávio Migliaccio, Marília Pêra e Sonia Braga.

Chegam em Gramado Hoje

Gilberg Antunes, produtor-executivo “A fera na selva”
Fábio Meira, diretor “As duas Irenes”
Marcelo Galvão, diretor “O Matador”

Programação

19h – Cinema nos Bairros
“Até que a Sbórnia nos Separe”, de Otto Guerra
EMEF Senador Salgado Filho

19h – Mostras competitivas
“Tailor” (CMB), de Calí dos Anjos
“Pinamar” (LME), de Federico Godfrid

Troféu Oscarito – Dira Paes

“Objeto/Sujeito” (CMB), de Bruno Autran
Vergel” (LMB), de Kris Niklison
Palácio dos Festivais

 

5 COMENTÁRIOS

  1. fantastic post, very informative. I wonder why the other specialists of
    this sector do not understand this. You must proceed your writing.
    I am confident, you’ve a huge readers’ base already!

Comments are closed.