Assassino de idosos é indiciado por duplo latrocínio e estupro

0
1026
Criminoso foi recolhido ao sistema prisional. Foto: Policia Civil/Divulgação.


A Polícia Civil concluiu nesta semana o inquérito envolvendo Renato Lourenço, 29 anos, o Veja. Ele é assassino confesso de Jorlita e Mário Wolff (75 e 79 anos), que eram moradores do bairro Várzea Grande.

Os dois idosos foram mortos com golpes de faca na altura do pescoço dentro da própria casa onde residiam na Avenida 1º de Maio.  O crime ocorreu na madrugada de 23 de novembro. O delegado Gustavo Barcellos indiciou Veja por duplo latrocínio (roubo seguido de morte) e estupro.

A nécropsia não apontou que a idosa sofreu abuso sexual, mas outras provas indicam que ela foi vítima de violência sexual, por isso, o indiciamento por estupro. A Polícia concluiu que Veja matou as vítimas para roubar dinheiro delas. Somadas as possíveis penas, o criminoso pode ser condenado até 40 anos de cadeia.

Veja foi preso no dia 13 deste mês, em Capão da Canoa. Ele foi localizado na casa de uma irmã escondido dentro de um sofá. O meliante tem histórico policial que também inclui furtos, tráfico de drogas e receptação. O delegado Barcellos remeteu o resultado das investigações à Justiça.