Arte nas Ruas

6
3514
Giang Oliveira e Roger Coicev.


Em um breve passeio pelas calçadas de Gramado, logo nos deparamos com uma gama de opções culturais vinculadas a gastronomia, arquitetura, música, entre cores e os resultados da homogeneidade; nas influencias que preservam o tradicional e as novas tendências transformadoras da tecnologia.

O desafio propriamente visível nesta sociedade, esta em manter a oferta comercial que alimenta nosso progresso, sem perder as origens de nossa charmosa região e seus produtos.

Assim artistas desafiadores com esta influência, dedicam-se com amor sua vocação, chamado ou simples opção de vida . Continuando e observando os artistas locais, gostaria nesta edição apresentar alem de tudo um grande amigo das pessoas que começou sua atividade artística 1982 nas artes em Porto Alegre na rua General Câmara como artista de rua Gyang Oliveira.

Inspirado por Volnei Campello, (outro personagem de nossa convivência que merece uma entrevista a parte) fazendo retratos a lápis. Depois trabalhando como cenógrafo para Sanrig Free Lance. Trabalhou em convenções e eventos como caricaturista. Chegou em 2008 em Gramado e aqui desenvolveu trabalhos de caricaturas e outros como pinturas e esculturas.

Também formou-se nas áreas holísticas em Gramado como terapeuta holístico. Hoje exerce um suntuoso trabalho no Lago Negro onde pode ser encontrado com freqüência. Em um estilo livre sempre ,aberto a expressão artística, faz do papel , da madeira , das palavras e do próprio viver seu perfil artístico!

Confira algumas de suas poesias:

Esta perece estar sempre muito longe…

Mas quando nos visita , incrivelmente entra

em nossa corrente sanguínea..

Circula em todo nosso corpo, transformando-nos,

cutucando- nos, até que paramos tudo o

que estamos fazendo para prestar a atenção em

seus desejos…

Então entramos em transe com ela

transformando-nos em canal, prontos pra

colocar pra fora toda a energia de expressão

sugerida por ela.

Ficamos eufóricos pelas suas extraordinárias

sugestões…

Logo após a partida desta deusa visitante,

pensamos ser gênios, artistas, mestres, sábios,

seres super dotados de dons maravilhosos e

ficamos com toda a fama.

Lágrimas de poeta Inspiração

Será que todo o poeta é triste,

solitário, mal amado ou infeliz?

A maioria dos poetas que conheço morram

sozinhos, escrevem poemas sobre

relacionamentos confusos e amores impossíveis…

Muitos transformam suas lágrimas em poesias,

na esperança de amenizar a dor…

Porém percebo que todo o poeta é um romântico,

um sonhador, alguém que fantasia…

Que não se cansa do desejo de encontrar sua

alma gêmea…

Que pensa em escrever somente as belezas

do amor…

Deixando escorrer por sobre sua face, somente

as lágrimas da felicidade.

 

 

6 COMENTÁRIOS

  1. Howdy! I know this is kinda off topic but I was wondering if you knew where I could find a captcha plugin for my
    comment form? I’m using the same blog platform as yours and I’m
    having difficulty finding one? Thanks a lot!

  2. Howdy would you mind sharing which blog platform you’re using?

    I’m going to start my own blog in the near future but I’m having a hard time selecting between BlogEngine/Wordpress/B2evolution and Drupal.
    The reason I ask is because your design and style seems different then most blogs and I’m looking for something
    completely unique. P.S Apologies for being off-topic
    but I had to ask!

  3. Hey! Do you use Twitter? I’d like to follow you if
    that would be ok. I’m definitely enjoying your blog
    and look forward to new updates.

Comments are closed.