Amamenta Gramado encerra com Seminário de Amamentação

1
942
Ao longo de sete dias dezenas de pessoas participaram das atividades. Foto: Renata Garcia.


Foram sete dias de muito acolhimento, participação, informação e esclarecimentos. O resultado não poderia ser diferente: dezenas de pessoas participaram das atividades que foram sediadas em todas as Unidades de Saúde. Na última terça-feira (7), a programação foi finalizada com o Seminário de Amamentação, que reuniu mães, pais e profissionais da saúde para enfatizar a importância de uma rede de saúde fortalecida durante o ano todo.

O Seminário contou com consultoria em amamentação da enfermeira Laura Ferraz, que falou sobre a lacto gestação, que consiste na amamentação durante a gestação, e da nutricionista Fabíola Frezza, que abordou o tandem – a amamentação de duas crianças em idades diferentes. Além disso, ainda foi tratado o direito das gestantes, em relação ao trabalho, com a advogada Manoela Negrelli.

“Desde o momento que iniciamos as atividades do Amamenta Gramado acreditamos que o projeto colheria bons frutos. Inserimos essas abordagens, atividades e ações como forma de uma fala coletiva, mas de qualquer maneira, priorizamos o atendimento individualizado a cada mãe e a cada bebê”, avalia a pediatra responsável pelo projeto, Márcia Figueiredo.

O Secretário da Saúde João Teixeira esteve presente no Seminário e parabenizou a todos os envolvidos na iniciativa. “Fico muito satisfeito em ver o empenho de todos os profissionais e da comunidade Gramadense neste 6º Amamenta Gramado. Proporcionamos momentos inesquecíveis para inúmeras pessoas, e o melhor de tudo é que veremos resultados positivos na saúde do município, vindo deste engajamento”, finalizou.

1 COMENTÁRIO

  1. Excelente artigo. importante lembrar que eu só descobri que nós lactantes temos restrições alimentares quando levei minha filha em sua primeira consulta com o Pediatra dez dias após seu nascimento.(A primeira consulta acontece sempre após os sete, dez dias.

    Até então, tudo o que tinha pra comer, eu mandava pra dentro. Já que amamentar dá uma baita fome!

    Mas então o Pediatra de meus filhos me explicou que, alguns alimentos podiam fazer com que a cólica e os gases viessem com mais intensidade provocando mais dor e desconforto para o bebê.

    Parabéns seu artigo ficou ótimo, estou escrevendo sobre o assunto no meu blog, dá uma olhada lá sua opinião será muito importante. abraços

Comments are closed.