Administração reúne-se com Corsan sobre plano para melhorar abastecimento de água Canela

0
499


A Administração Municipal reuniu-se na manhã desta quinta-feira (17), por meio de videoconferência, com membros da Corsan, a fim de acompanhar a apresentação do desenvolvimento do Plano de Ação do Sistema Integrado das Hortênsias. A execução, que prevê investimentos de R$ 240 milhões em obras até 2024, aumentará a capacidade de abastecimento de água em Canela e trará melhorias na questão de tratamento de esgoto.

O encontro foi acompanhado pelo gestor da Unidade de Saneamento Especial das Hortênsias, Lutero Cassol, pelo diretor-presidente da Corsan Roberto Barbuti e pelo diretor de operações André Finamor. O secretário municipal de Meio Ambiente, Urbanismo e Mobilidade Urbana Jackson Müller também participou.

As obras realizadas pela Corsan são macro e pontuais. Em uma delas, a perfuração de oito poços artesianos em Gramado evitará que mais água seja levada ao município vizinho, mantendo a vazão regular aqui. As outras melhorias dizem respeito a: 6,5 quilômetros de adutora de água bruta, 15,7 quilômetros de água tratada, três ETAs compactadas, quatro reservatórios e a duplicação da ETA 2, no Distrito Industrial.

Somente em abastecimento, os investimentos são calculados em R$ 90 milhões. As três ETAs deverão estar prontas em dezembro próximo, e um poço será perfurado no bairro Suzana, aumentando em 10% a captação de água em Canela – 90 litros por segundo.

Na questão de tratamento de esgoto, a estimativa é de R$ 160 milhões em obras. A ETE Santa Terezinha, por exemplo, deverá ser concluída em março de 2021. Lá serão investimentos em torno de R$ 25 milhões, o que impactará na melhoria na qualidade da água da cascata do Caracol.

Para a Administração Municipal, é elogiável a gestão da Corsan, que elaborou um plano abrangente e já entrega obras em prol do abastecimento de água. “A partir da conclusão das obras, nós vamos ter uma segurança hídrica por um longo tempo”, disse Lutero Cassol.