“Acho que desde a barriga da minha mãe que sou gremista”, diz o Cônsul do Grêmio de Gramado

0
2043
Vilmar Benetti é gramadense, tem 57 anos e há 15 anos é Cônsul do Grêmio em Gramado. Foto: Laura Silveira.


Na noite desta quarta-feira (29), um dos clubes mais importantes do Rio Grande do Sul estará disputando uma final que ficará na história. Às 21h45min, todos os gremistas estarão torcendo pelo Grêmio na decisão da Taça Libertadores da América, ou seja, a principal competição de futebol entre clubes da América do Sul. O Portal Gramado News foi até um dos torcedores gramadenses mais apaixonados pelo time.

Há 15 anos à frente do Consulado do grêmio em Gramado, Vilmar Benetti tem 57 anos e relata ser gremista desde que nasceu. “Acho que desde a barriga da minha mãe que sou gremista”. Desde que iniciou sua trajetória como Cônsul, Vilmar conta que perdeu a conta de quantas excursões já organizou. “Vale o esforço, meu esporte é o futebol, amo o futebol”.

Como tu te sentiu vendo o Grêmio passar por aquela fase difícil?

Foram 14 anos sem título, a gente sofreu muito. Os colorados ganhando e a gente perdendo. Eu tenho 57 anos e vi todas as conquistas do grêmio. As cinco Copas do Brasil, dois Brasileirões, participei de todas. As duas Libertadores, isso também participei! Agora vamos ser tri da Libertadores, campeão do mundo. Mas ficamos 15 anos sem ganhar um título. Ano passado, graças à Deus, veio a Copa do Brasil.

De todos estes momentos e todos estes títulos, o que te marcou mais?

Quando a gente ganhou com sete jogadores lá em Recife, do Náutico, na segunda divisão. Esse marcou bastante, mas também teve muitos momentos bons, como o 5×0 contra o Palmeiras e o título que mais me emocionou foi o bicampeão brasileiro contra o Portuguesa, esse foi de mais.

Como tu avalias o presidente Romildo Bolzan?

Maravilhoso, ótimo, sensacional! Pegou o Grêmio praticamente falido e hoje o time é um dos clubes que está com as finanças em dia e já é um superável que o Grêmio está conseguindo.

O ano passado, nesta mesma época, tu estavas em Minas Gerais. Qual a sensação de ver o Grêmio disputar um título tão importante um ano depois?

A sensação é emocionante. A sensação é das melhores, porque a gente conquistar o tri da América, vai ser uma das maiores festas jamais vista feita pelo Grêmio. Vamos conquistar o título com 2×1. Meu palpite é 2×1 com gol de Ramiro e Barrios. Quero pedir para os gremistas fazerem uma corrente especial para sermos tri da América, vamos trazer essa Libertadores para o Rio Grande do Sul e o Brasil. Muita corrente e muita fé que eu tenho certeza que o Grêmio será tri da Libertadores, vamos comemorar muito amanhã.