Abertura do Miniarte reuniu artistas no Centro de Cultura Prefeito Arno Michaesen

0
1028
Secretário Allan Lino com a artista visual Clara Pechansky na abertura do evento. Foto: Bruna Campos.


“Já é tradição começar por Gramado cada nova edição do Miniarte. Isso vem se mantendo graças à acolhida da Secretaria da Cultura. O projeto Miniarte é hoje um representante oficial para o Brasil em diversas organizações intencionais de arte”, disse a artista visual Clara Pechansky, na cerimônia de abertura da exposição, no sábado, 8, no Centro de Cultura Prefeito Arno Michaesen.

Na ocasião, o secretário da Cultura, Allan John Lino, entregou para Clara Pechansky um manuscrito com um certificado de reconhecimento internacional, em nome de entidades internacionais que a Miniarte representa.

“É com muita alegria e satisfação que celebramos esse dia importante da Cultura. Fiz a próprio punho essa homenagem, que concede reconhecimento internacional à Clara por sua gestão”, ressaltou o secretário.

A exposição, que reúne trabalho de 115 artistas internacionais, permanece no Centro de Cultura até o final deste mês. Logo após, o projeto itinerante segue para Porto Alegre, Caxias do Sul e Lageado.

MINIARTE

Criado em 2003, o Projeto Miniarte já foi exibido em espaços internacionais, sempre reunindo artistas de diferentes origens em cada uma de suas edições. Desde 2013, o Miniarte é parceiro da Organização Mundial de Artistas Integrados (OMAI), do México, e em 2014 passou a fazer parte da Fundação MAI Colômbia (Bogotá).

O Miniarte representa o Brasil nessas duas entidades e conta hoje com 10 coleções que percorrem o mundo.

Em sua abertura, o vento teve a apresentação do Coral Bocalis.

ETÉREO

Também acontece no Centro de Cultura a exposição Etéreo, do artista Ricardo Cardoso. Marcado pela materialidade do aço nas suas mais variadas formas de apresentação, orientado por um rigor técnico e disciplinado, suas ideias e ideais consolidam-se em forma de arte. A visitação vai até o dia 6 de julho.