A favor do plebiscito, servidores da Corsan farão paralisação em Gramado e Canela

0
554
Foto: Divulgação/Corsan.


Nesta terça-feira (25) o Governo do Estado, por meio do deputado Sérgio Turra (PP) e do presidente Gabriel Souza (MDB), coloca em pauta para votação em segundo turno na Assembleia Legislativa a privatização da Corsan, por meio da PEC 280.

A emenda constitucional visa derrubar o direito da população gaúcha de opinar sobre a venda das estatais e retira a obrigatoriedade de plebiscito. O Sindiágua/RS considera um verdadeiro retrocesso para a democracia e articula com os servidores uma paralisação na próxima terça. Nesta data, os servidores da Corsan de Gramado e Canela estarão concentrados na Unidade  de Saneamento Especial (USE) Hortênsias, das 9 às 11 horas, com o objetivo de chamar a atenção da sociedade para a importância da água como um bem público.

“É triste que neste momento de pandemia o governo queira retirar direitos dos gaúchos, entregar nossas estatais, desestruturar a Corsan que funciona, ao invés de cuidar do povo. O momento é de zelo, cuidado com a população e, os ditos ‘representantes’ do povo, só conseguem visualizar o lucro, fugindo do debate com a sociedade. Lembraremos de todos nas próximas eleições, pois deputados (as) servem para dar voz ao povo e não para calar o povo”, afirma o presidente da entidade Arilson Wünsch.