Spirito Santo abre loja conceito em Gramado

0
89


Marca especializada em moda masculina descolada, a Spirito Santo acaba de abrir uma loja conceito de 153m² metros quadrados no Centro de Gramado. A 17ª unidade da marca fica na avenida das Hortênsias e deve servir de plataforma para a expansão a partir de 2023. “Gramado é a nova Oscar Freire do Brasil”, resume o sócio Andreas Renner Mentz.

Fundada por Andreas e Frederico Renner Mentz, a Spirito Santo está presente hoje em Porto Alegre (seis lojas), Caxias do Sul, Passo Fundo, Erechim, Santa Maria (duas lojas), Ijuí, Rio Grande, Canoas, Novo Hamburgo, Pelotas e, agora, em Gramado. Além das unidades físicas, a marca atua com e-commerce e está presente em mais de 100 lojas multimarcas do Brasil, e tem a pretensão de chegar a 500 dentro de três anos.

Na loja de Gramado, Andreas e Frederico fazem uma pequena homenagem ao bisavô, A.J. Renner, fundador de Lojas Renner, principal negócio da família até 1994. Na parede está a foto de A.J. Renner, além de peças publicitárias no século passado, principalmente aquelas que anunciam os famosos ponchos (capa ideal) feitos pela Têxtil Renner. Esta história é tão forte, que permanece até hoje na hora de lançar uma coleção da Spirito Santo. “Colocamos a nossa alma em cada peça. Somos profundos conhecedores da alfaiataria, e contamos com uma coleção de casacos e itens sociais sofisticados”, destaca Andreas Renner Mentz. A primeira coleção da marca, aliás, nasceu dentro da antiga fábrica da Renner, no bairro Navegantes, em Porto Alegre.

Na loja conceito também há referências ao fato de os sócios também serem músicos. Um espelho com a frase “I am a rock and roll star” é o sinal. Ao lado, está uma arara com roupas alegóricas dos músicos que inspiraram e seguem inspirando a marca. Os clientes entram no clima e experimentam as roupas, além de fazerem fotos para as redes sociais.

A moda da Spirito Santo é para toda a ocasião, compreende toda vestimenta do homem, a inspiração é descolar os itens sociais com toques de rebeldia e sofisticar os itens casuais com o cuidado do alfaiate.