Meteoritos – Fragmentos da História do Sistema Solar: a nova exposição do Geo Museu de Gramado

0
106


De 21 de julho a 21 de setembro de 2022, turistas e comunidade poderão visitar no GEO Museu, em Gramado, a exposição Meteoritos – Fragmentos da História do Sistema Solar. A mostra é uma realização do Museu de Ciências da Terra, através do Projeto Museu em Movimento, e do Serviço Geológico do Brasl (SGB – CPRM) em parceria com o Museu Itinerante de Ciências Naturais, o Observatório Espacial Heller & Jung, a Brazilian Meteor Observation Network (Bramon) e o fotógrafo Marcelo Hernández Walcher.

Além da exposição, o GEO Museu tem sua primeira câmera para monitoramento de meteoros. Desde o último domingo, dia 17 de julho, a câmera, que foi instalada pelo Observatório Espacial Heller & Jung já tem feito registros do céu. Entre estes um da chuva de meteoros Kappa Cygnids. O meteoro entrou na atmosfera do planeta há 115,5 Km de altitude e foi extinto há 106,6 Km, com duração de 1,318 seg e magnitude de -0,39. A câmera possui cobertura a sudeste com abrangência até o oceano atlântico. A parceria permanente terá fins totalmente científicos.

Conheça os expositores da Mostra:

Museu de Ciências da Terra

O Museu de Ciências da Terra, do Serviço Geológico do Brasil/CPRM, sediado no Rio de Janeiro/RJ, tem tradição na conservação e na pesquisa de meteoritos, que remonta ao início do século XX, com os estudos realizados pelos primeiros diretores do Serviço Geológico e Mineralógico do Brasil.  Parte desta coleção, que é uma das maiores do país, vem agora, em forma de exposição para o GEO Museu, em Gramado, através do Museu em Movimento, projeto de itinerância do Museu de Ciências da Terra, que leva parte do vasto acervo da instituição às escolas e à comunidade em geral com o objetivo de manter a memória e o patrimônio das geociências vivo e democrático.

Observatório Espacial Heller&Yung

Com sede em Taquara/RS o Observatório Espacial Heller&Yung possui o maior sistema de monitoramento, registro e análise de meteoros e TLEs em operação no sul do país. Implantado em 2016 pelo Professor Dr. Fernando Yung, tem por objetivos, além do acompanhamento destes fenômenos,  estimular o estudo da ciência por parte de crianças do Ensino Fundamental através da astrofísica e astronomia visando obter-se mais cientistas no futuro e oportunizar a todos cientistas em nível nacional e internacional a utilização dos equipamentos e instalações para estudos correlatos. Desde o último dia 17/7, o Geo Museu também faz parte da rede de monitoramento do Observatório Espacial Heller&Yung

Bramon

A Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros é uma organização aberta e colaborativa, mantida por voluntários e colaboradores e sem fins lucrativos. A BRAMON tem como missão desenvolver e operar uma rede para o monitoramento de meteoros, produzindo e fornecendo dados científicos à comunidade através da análise de suas capturas, que são realizadas por estações de monitoramento mantidas por seus membros.

Museu Itinerante de Ciências Naturais

O Museu Itinerante de Ciências Naturais é um projeto que visa a divulgação e a popularização da ciência por meio de vídeos e postagens on-line, exposições temporárias e visitas a escolas e comunidades em geral. O projeto é desenvolvido pelo Paleontólogo e Doutor em Geologia, Rodrigo Guerra, de Carlos Barbosa/RS,  que traz ao Geo sua coleção de meteoritos, rochas de impacto e muitas curiosidades.

Marcelo Hernandez Walcher

Marcelo Walcher, fascinado por astronomia, costumava observar o céu através de telescópios. Em 2015 comprou os seus primeiros equipamentos e ingressou na astrofotografia. Nascido em Santiago do Chile, vive em Gramado desde 1979 e faz belíssimas capturas de galáxias, de nebulosas e constelações a partir do quintal da própria casa. Marcelo exibirá no Geo Museu parte destes maravilhosos registros fotográficos.

Os curadores da exposição são:

Geóloga Adriana de Souza, do Museu de Ciências da Terra, 

Prof. Dr. Fernando Yung, do Observatório Espacial Heller&Yung

Prof. Dr. Rodrigo Guerra do Museu Itinerante de Ciências Naturais

Astrofotógrafo Marcelo Hernandez Wlacher

Sobre o GEO Museu

O GEO, Museu de Minerais e Fósseis, é um espaço onde o entretenimento é aliado à educação, à cultura e à divulgação científica. Localizado em Gramado, na Serra Gaúcha, leva o público a uma viagem através da fascinante história natural da Terra. De 21 de julho a 21 de setembro de 2022 também conduzirá os visitantes a uma viagem no tempo até os primórdios da formação do sistema solar.

Serviço:

*Ingressos na bilheteria: R$ 60 inteira / R$ 30 meia.

*Ingressos antecipados no site https:// ingressos.geomuseu.com.br: R$ 50 inteira / R$ 30 meia (meia sobre o valor da bilheteria)

*Entrada gratuita para moradores de Gramado e de Canela, mediante a apresentação de comprovante de residência

*Entrada gratuita para escolas, mediante agendamento

*Horário de visitação: diariamente, das 8:30h às 17h.

* Endereço: Av. das Hortênsias, 5905 – Carniel, Gramado – RS, 95670-000.

*Telefone:  (54) 3286-3775 e (54) 99131 4657